UNIPAZ 23 anos

:: CURSOS

Aprovado em Acessibilidade

:: Auriculoterapia Francesa - Duração

aumentar fonte diminuir fonte imprimir

CURSO:
ACUPUNTURA AURICULAR FRANCESA E
AURICULOMEDICINA
-TURMA PARA MÉDICOS -

INÍCIO DO CURSO: 24 e 25 DE JUNHO DE 2017.



Docente DURAÇÃO E PROGRAMA DO CURSO

Duração DURAÇÃO

> Duração: Junho a Outubro de 2017.
72 horas/aula distribuídas em 05 módulos em encontros de um final de semana por mês.

Serão concedidos certificados apenas para aqueles que comparecerem num mínimo de 75% da carga horária total. O conteúdo do curso está em concordância com os cursos ministrados nas Faculdades de Medicina de Nantes (França) e Sfax (Tunísia), e com o GLEM (GroupeLyonnais d’ÉtudesMédicales), em Lyon, França, adaptados para a realidade brasileira.

Programa PROGRAMA: 05 Módulos

Docente ACUPUNTURA AURICULAR FRANCESA - 1º, 2º e 3º Módulos:

1) INTRODUÇÃO
a) História e desenvolvimento da auriculoterapia – Paul Nogier, OMS
b) As pesquisas em auriculoterapia
c) Os dois tipos de pontos
d) Embriologia da orelha
e) Anatomia, inervação e vascularização da orelha
f) Os 30 pontos mestres

2) MECANISMO DE AÇÃO DA AURICULOTERAPIA

3) INDICAÇÕES

4) CONTRAINDICAÇÕES

5) LOCALIZAÇÕES
a) Coluna, membros superiores e inferiores – órgãos endodérmicos
b) Aparelho urogenital e vísceras – órgãos mesodérmicos
c) Sistema nervoso – órgãos ectodérmicos

6) DETECÇÃO DOS PONTOS
a) Detecção dolorosa
b) Detecção elétrica diferencial

7) TRATAMENTO DOS PONTOS
a) Agulhas clássicas e semipermanentes
b) Massagem
c) Cauterização
d) Estimulação elétrica
e) Estimulação pelas frequências de Nogier

8) CONSULTA
a) Anamnese
b) Orientações gerais aos pacientes

9) PONTOS DE AÇÃO GERAL E DE ADAPTAÇÃO AO ESTRESSE

10) OBSTÁCULOS À CURA
a) Focos dentários
b) Cicatrizes tóxicas
c) Síndrome da primeira costela

11) GEOMETRIA DA ORELHA

12) LATERALIDADE
a) Paciente mal-lateralizado (canhoto ou destro contrariados)
b) Hiperatividade do hemisfério direito
c) Hiperatividade do hemisfério esquerdo

13) TRATANDO DIVERSAS SITUAÇÕES
a) Dores agudas e crônicas
b) Distúrbios funcionais
c) Enxaquecas
d) Programa anti-tabagismo
e) Herpes zoster
f) Distúrbios ginecológicos (TPM, calores da menopausa, infertilidade)
g) Distúrbios psiquiátricos (ansiedade, depressão, síndrome pós-traumática)
h) Zumbidos

14) INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO REFLEXO AURÍCULO-CARDÍACO OU SINAL AUTONÔMICO VASCULAR OU SINAL DE NOGIER

Docente POSTUROLOGIA CLÍNICA CORREÇÕES COM
    ACUPUNTURA AURICULAR FRANCESA - 4º Módulo:

1) INTRODUÇÃO
a) História e desenvolvimento da posturologia
b) Posturologia no Brasil
c) Definições
d) O programa postural, a propriocepção e as entradas do sistema tônico-postural
e) Funcionamento do sistema tônico-postural e suas implicações na coluna vertebral
f) As patologias de forças opostas: dor, degeneração e causalidade

2) CONCEITOS IMPORTANTES
a) Fisiologia do sistema postural
b) Entradas do sistema postural: os captores periféricos, as vias nervosas, a integração central e os efeitos musculares

3) CAPTORES POSTURAIS
a) Captores podais (dos pés)
b) Captores Oculares
c) Articulação têmporo-mandibular (ATM)
d) Sistema vestibular
e) Construindo referenciais

4) EXAME POSTURAL DOS PACIENTES
a) Anamnese
b) As três grandes síndromes: dor, instabilidade, cognição
c) Exame clínico: assimetria tônica postural (ATO)
d) Principais testes: vertical de Barré, teste de Fukuda, manobra de Bassani, ângulo sacro.
e) Exercícios práticos

5) ANOMALIAS DO SISTEMA POSTURAL
a) As 3 grandes síndromes
b) Anomalias mais comuns

6) ESTRATÉGIAS TERAPÊUTICAS
a) Auriculoterapia no tratamento das síndromes posturais
b) Técnicas gerais de tratamento: indicações principais, controle central
c) Tratamentos das entradas posturais: pés, ATM, vestíbulo, olhos
d) Pontos de ação geral e de adaptação ao estresse
e) NEUROSTAB: microcircuito eletrônico que atua sobre o equilíbrio iônico dos captores dos pés.

7) ATENDIMENTO A PACIENTES COM SÍNDROMES POSTURAIS
a) Sistematizando o atendimento
b) Dicas práticas

8) CASOS CLÍNICOS
a) Dores agudas e crônicas
b) Lombociatalgia
c) Distúrbios da ATM
d) Enxaquecas
e) Síndromes vestibulares (labirintite, distúrbios de origem central)
f) Pseudo-depressão
g) Dislexia

9) CONSIDERAÇÕES FINAIS

Docente AURICULOMEDICINA - 5º Módulo:

• Aprender os conceitos básicos de neurofisologia e sua aplicação na acunpuntura auricular.
• Conhecer o RAC, reação autonômica vascular (VAS, vascular autonomic signal), descrito por Paul Nogier.
• Perceber o RAC na detecção dos pontos auriculares.
• Aprender a controlar essa detecção através do detector elétrico diferencial.
• Praticar uma auriculoterapia simples com o auxílio do RAC.

1 – SISTEMA NERVOSO CENTRAL E PERIFÉRICO
a) Noções básicas de neuroanatomia funcional
b) Principais funções das diversas áreas do SNC

1.1 – SISTEMA NERVOSO AUTÔNOMO
a) Sistema nervoso simpático e parassimpático

1.2 – NEUROTRANSMISSORES E NEUROMODULADORES

1.3 – AS VIAS DA DOR
a) Como o estímulo doloroso é percebido pelo SNC. b)Mecanismo de ação da acupuntura no controle da dor.

1.4 – REVISÃO DE PONTOS IMPORTANTES
a) A detecção elétrica diferencial e as diversas variações de impedância.
b) Estresse e adaptação. Cartografias dos pontos de adaptação.
c) Detalhes das representações tópicas da derme (as zonas de cicatrizes)

2 – A REAÇÃO AUTONÔMICA CIRCULATÓRIA (RAC, VAS, PNR)
a) O RAC, pulso ativo e dinâmico, descoberta fundamental de Paul Nogier.
b) O RAC, reação e resposta a todos os estímulos.
Como coloca-lo em evidência.
c) A Fisiologia dos mecanoreceptores cutâneos e do pulso.

2.1 – PRÁTICA.
a) Iniciação prática à percepção manual do RAC. Sua utilidade clínica.

2.2 – OS ESTÍMULOS MAIS USADOS EM AURICULOMEDICINA.
a)Os estímulos mecânicos sobre a pele. Seus efeitos sobre o RAC.
b)A iluminação da orelha e do corpo pela luz branca. Seu efeito sobre o RAC.
c)A aproximação na orelha do branco e do preto. Seu efeito sobre o RAC.

2.3 – CONSULTA BÁSICA EM AURICULOMEDICINA: percorrendo passo a passo
a) Calibração
b) Palpação digital
c) Filtros Lee ADR e ACH
d) Filtro P/B e bastonete P/B: pontos de alta impedância ou fuga de energia
e) LEP (luz branca) ou filtros coloridos (vermelho 24):
pontos de baixa impedância
f) Detecção de áreas dolorosas com filtro polaroide simples
g) Apalpadores de pressão: negro (vitalidade do ponto) e azul (dor)

2.4 – CARTOGRAFIAS
a)Breve discussão sobre as cartografias existentes.

2.5 – TERAPÊUTICA: ASP, agulhas, Laser, infravermelho, massagens

2.6 – ESTUDOS CIENTÍFICOS EM AURICULO

2.7 – PRÁTICA
a) Demonstrações práticas em alunos e/ou pacientes

OBS: Esses programas poderão sofrer pequenas mudanças, de acordo com a avaliação dos organizadores do curso, de modo a se adaptar melhor à realidade dos alunos.

Apresentação | Objetivos | Duração | Público Alvo | Certificação | Professor |
Admissão e Investimento | Calendario 2017 | Informações Úteis | Inscrições

Desenvolvido por Verônica Camelo